A origem do chocolate: uma história pré-colombiana


Um dos produtos mais degustados e apreciados pelo mundo é o chocolate. E não é à toa que ele ganhou essa fama de conquistador do paladar das pessoas. No entanto, o que muitos não sabem é a origem dessa tentação adocicada.

Historicamente, o cacau tem suas raízes contadas pelos povos pré-colombianos. Certa vez, o deus asteca foi até um cacaueiro, conhecido como árvore sagrada e roubou algumas de suas sementes para presenteá-las aos seres humanos. O presente, que por sua vez era bastante simbólico, era nada mais que as sementes de cacau, capazes de repor a energia das pessoas, aliviando-as do cansaço.

Desta forma, os frutos que foram à princípio cultivados pelos astecas, estavam intimamente ligados à religiosidade, devido à lenda. Das favas desses frutos, os astecas produziam uma bebida amarga que, segundo a crença, possuía “poderes especiais” e só podia ser tomada em taças de ouro.

Depois de chegar ao México e experimentar a bebida dos astecas, o espanhol Fernando Cortés decidiu escrever uma carta ao rei Carlos V, Cortés relatando as propriedades energéticas da maravilhosa bebida. E ainda afirmou ao imperador dos astecas, Montezuma, que nunca se podia servir da  bebida sagrada na mesma taça de ouro. Tudo isso só reforça ainda mais o poder e reverência que a bebida exerce sobre as pessoas desde aquela época.

Após muitas especulações e misturas que se acrescentaram à bebida, o gosto do chocolate foi agradando as cortes europeias, e tornou-se assim, o privilégio das elites. Algum tempo depois o cacau passou a ser processado em tabletes e consumido no mundo todo.

Por volta de 1750, os chocolates passaram a ser industrializados na Espanha, que assumiu  praticamente toda a produção. Em seguida, os Estados Unidos e a Holanda também decidiram fazer parte da indústria. Segundo alguns estudiosos, o  holandês Van Houten foi quem produziu o primeiro ovo de chocolate consumido na Páscoa.

No Brasil, o primeiro cacaueiro foi introduzido na Bahia em 1746, pelo colono francês Luís Frederico Warneaux. E com isso, o estado se tornou o maior produtor nacional de cacau, atendendo os mercados interno e externo, contribuindo assim, com a economia local e com a satisfação dos consumidores em serem privilegiados degustando essa delícia.

Fonte: http://www.portalsaofrancisco.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s