Um pôr do sol em Angra dos Reis


Ornamentada por mansões, assim como por casas de pescadores. Cercada por poderosas lanchas e veleiros, como também por coloridas traineiras. Assim é Angra dos Reis. Chique e ao mesmo tempo despojada. Nesse contexto está a Mata Atlântica, que se espalha sobre um mar com águas em tons de verdes para circundar 365 belas ilhotas. Esse paraíso que recebe milionários, mas abriga nativos da terra, fica a 150 km do Rio de Janeiro e a 400 Km de São Paulo.
Desde a época do descobrimento do Brasil, o lugar já deixava as pessoas extasiadas por sua beleza natural. E foi assim que aconteceu com  os portugueses que, ao fazerem uma esquadra mapeando a costa brasileira,  chegaram a Angra e se deslumbraram. Isso ocorreu no dia 6 de janeiro de 1502, dia de Reis, dai o nome Angra dos Reis. Américo Vespúcio, que estava na tripulação, ficou tão encantado que escreveu uma carta à Portugal contando a exuberância que estava presenciando em plena Mata Atlântica. Deu-se então a colonização da cidade, que teve um crescimento considerável em 1950 com a instalação da Petrobras. Em 1972, construíram a Rodovia Rio-Santos e a cidade passou a ser ponto turístico, recebendo milhares de turistas de todo o mundo. É um lugar hospitaleiro, que conta com hotéis, pousadas, restaurantes, lojinhas para todos os estilos.
A maior ilha de Angra, é Ilha Grande, que tem praias de encher os olhos. O acesso é por embarcações ou em alguns pontos até  helicópteros. Para quem quer sossego e exclusividade, uma opção é a Praia Lopes Mendes, já pra quem quer curtir esportes aquáticos, como o esqui, a dica é a praia Saco do Céu.
A  segunda maior ilha e a mais visitada é a Gipóia, onde a praia mais concorrida é a Jurubaíba.  É um lugar inusitado, tem até restaurante flutuante que serve frutos do mar fresquinhos, diretamente nos barcos.

A terceira maior ilha é a Ilha dos Porcos, escolhida pelo famoso cirurgião plástico Ivo Pitangui para construir sua casa; é um paraíso particular.
O lugar mais badalado de Angra no verão é a Ilha de Itanhangá, que conta com chalés rústicos a base de luz de gerador, propício para quem quer ter contato direto com a natureza.

Tem muito mais: Botinas, Ilhas de Paquetá, Sandri, Cataguáses, São João, do Maia,  Francisca,dos Meros… É impossível não se encantar com Angra.
Fotos: divulgação
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s