Praia do Forte: uma boa opção para se praticar ecoturismo


(Fonte: Divulgação)

(Fonte: Divulgação)

A Praia do Forte, localizada do município Mata de São João, na Bahia, é conhecida pela combinação de requinte e sofisticação com o ambiente rústico e a preservação ecológica. Casa do Projeto Tamar, do Instituto Baleia Jubarte, da Reserva de Sapiranga, do Castelo Garcia D’Ávila e de praias exuberantes, a Praia do Forte é uma boa opção para praticar ecoturismo.

No centro da Praia do Forte se encontra a Vila, lugar onde se pode fazer um passeio a pé ou de bicicleta, sentar num restaurante e apreciar a culinária baiana e até japonesa, italiana ou francesa. Mesmo assim, a noite não para por ai! Ela continua, seja num programa mais tranquilo como um passeio noturno em volta da Vila ou mais agitado nos barzinhos como o Café do Forte ou do Beach Stop.

A Vila (Fonte: Divulgação)

A Vila (Fonte: Divulgação)

A Capela de São Francisco de Assis é outro atrativo da Vila por ser um ponto histórico importante para a história da região. Ela fica de frente a Praia do Porto e é local para muitas festas e manifestações populares. Mas este não é o único ponto histórico importante da região.

O Castelo Garcia D’Ávila começou a ser construída em 1551. Possui esse nome, pois foi Garcia D’Ávila, almoxarife da coroa real da capitania governada por Thomé de Souza, que ordenou sua construção. Foi a primeira construção portuguesa com função residencial militar construída no Brasil. É tida como a única construção medieval das Américas. A vista para o mar que o castelo proporciona é de tirar o fôlego o que atrai os turistas interessados por história, tanto os que apenas querem capturar boas imagens de recordação.

Castelo Garcia D'Ávila (Fonte: Skyscrapercity)

Castelo Garcia D’Ávila (Fonte: Skyscrapercity)

O Projeto Tamar-Ibama abrange uma área de 10 mil metros quadrados chamada de Área de Estudo Integral (AEI) e tem o objetivo de preservar a vida das tartarugas marinhas e de seu habitat natural, garantindo o ambiente propício para a desova e desenvolvimento de seus filhotes. Sua sede na Praia do Forte é o mais moderno do Brasil e conta com aquários, tanques, e áreas para comprar souvenirs e para alimentação, além do Museu da Tartaruga.

(Fonte: Divulgação)

(Fonte: Divulgação)

O Instituto Baleia Jubarte se instalou na Praia do Forte por ela ter se transformado no lugar de reprodução e no refúgio e no lugar de reprodução das baleias jubarte entre julho e outubro contra as águas geladas da Antártida. O instituto tem como objetivo proteger os mamíferos e proporcionar segurança à perpetuação da espécie. Os visitantes podem acompanhar de perto as acrobacias das jubarte durante a “baleiada”, método do instituto desenvolvido para ver os gigantes animais – que podem chegar a ter 16 metros e 40 toneladas – de perto.

(Fonte: Divulgação)

(Fonte: Divulgação)

Outra atração para os ecoturistas é a Reserva Ecológica da Sapiranga que é composta por 600 hectares de Mata Atlântica, repleta de fauna e flora exóticas. O passeio, que é aberto ao público, pode ser feito a pé, de bicicleta, quadriciclo ou à cavalo. Já sobre as praias a mais procurada pelos turistas é a Praia do Papa Gente que pela profundidade possibilita mergulhos para apreciar cardumes não tão ao fundo do mar.

Fonte: iG

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s