Modernização da culinária de Budapeste atrai turistas


(Fonte: Divulgação)

(Fonte: Divulgação)

Budapeste, capital da Hungria, além de ser conhecida pela sua riqueza cultural também o é pela sua excelente culinária que abrange sopas cremosas a carnes refogadas. Na última década surgiu um movimento que pretende modernizar a culinária da cidade com pratos mais leves e coloridos, além de ambientes mais modernos e inovadores.

Um dos pioneiros deste movimento foi o renomado vinicultor Jozsef Bock que, em 2004, uniu forças com Lajos Biro, chef local, para abrir o wine bar Bock Bisztro. O projeto era ambicioso e pretendia reformular os clássicos pratos húngaros com ingredientes e codimentos estrangeiros.

O sucesso do empreendedorismo fez nascer o movimento conhecido como “cozinha húngara moderna”. Este movimento utiliza de técnicas culinárias de outros países para preparar os já clássicos e deliciosos pratos húngaros, repaginando-os com cara e sabor novos.

Outro restaurante de destaque é o Onix liderado pelos chefs Szabina Szullo e Tamas Szell. O destaque vai para o cardápio que traz a opção “Hungarian Evolution” que possibilita ao cliente degustar pratos húngaros modernizados com técnicas da culinária ocidental. Pratos como fígado de ganso sedoso ganha a textura de torta de ameixa. O pão de ló Somloi se transforma em um pudim encharcado de rum, entre outros.

O que se mantém em todos os restaurantes húngaros, seja ele clássico ou moderno é a hospitalidade e bom atendimento.

Fonte: UOL

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s